motivation 2.jpgA nossa força de trabalho já mudou. A motivação não consegue mais ser “injetada” com mensagens de comunicação. Essa receita que podia ser válida no início dos anos 2000 já não gera nenhum efeito. Paradoxalmente nem os baby boomers aceitam mais esse intento de motivação exógena.

 

Os novos trabalhadores, e os antigos cada vez mais, exigem alinhamento de seus valores e desejos com o s valores que a empresa propõe para eles.

 

Do lado empresarial as necessidades também são prementes. Dez entre dez CEO’s ou executivos/as de alto nível que entrevistei nos últimos anos tem o mesmo desejo. “Quero uma força de trabalho alinhada com os objetivos estratégicos da empresa”, ou algo mais corriqueiro, “ as metas da empresa não podem ser somente minhas, o time tem que me acompanhar”. Quando perguntado quem ajuda ele/ela nessa missão de alinhamento estratégico encontrei-me com uma resposta sem quase variações: Marketing/Comunicação, eventualmente RH (muito poucas vezes RH, lamentavelmente).

 

Quando confrontado com esses departamentos encontrei pessoas na mais absoluta solidão, tanto de recursos como de apoio efetivo para encarar projetos de envergadura. As áreas de comunicação das empresas no Brasil usam até hoje ferramentas dos anos 90 para encarar desafios do século XXI. As antigas intranets de comunicação de uma ou no máximo duas vias não são mais capazes de fazer ecoar opiniões e mensagens relevantes. Comunicação via smartphones?, nem pensar, somente uma mínima parte das organizações conta com essa capacidade (atenção, e-mail no celular não conta!). Para falar verdade as intranets nem conseguem mais comunicar com efetividade os documentos básicos da empresa. O seu maior logro atualmente é divulgar o cardápio da semana.

 

O Digital Workplace não é uma panaceia da comunicação/motivação. Mas utilizado com propriedade e com programas competentes e ousados pode ser uma plataforma de motivação hoje inédita nas organizações Brasileiras.

 

Um DWP decente propõe comunicação de 4 vias, perfis ricos com fotos e históricos que demonstrem nossos interesses e são o início de nosso engajamento com a organização. Se sou um engenheiro e desejo compartilhar uma planilha com meus colegas tenho que ter a facilidade de trocar informações técnicas em qualquer tipo de mídia documental. Essa é a forma de colocar a minha narrativa dentro da organização. Colaborar e formar grupos de trabalho horizontais de forma ágil e sem e-mails em excesso é uma obrigação para aquela empresa que quer engajar sua força de trabalho.

 

Acho que uma história pode exemplificar muito bem o conceito que desejamos transmitir. Recentemente entrevistei uma VP de RH de uma empresa de tecnologia de Silicon Valley com quase mil empregados. Quando ela me mostrava com orgulho o DWP na nuvem da sua empresa, não pude deixar de notar uma das multiplas landing pages com o título “Kittens” (gatinhos) e perguntei se esse local do DWP que mostrava fotos de gatos de todo tipo e raça e utensílios afins era uma brincadeira ou algo parecido. Claro que meu instinto baby boomer me dizia que aquilo era uma tremenda perda de tempo organizacional. A VP me respondeu sorrindo, mas falando muito sério: “Humberto, em Silicon Valley a luta pelo talento é feroz. A minha galera técnica tem menos de 28 anos moram sozinhos e são solteiros que talvez nunca venham ter uma família tradicional. Quando eles chegam em casa querem ter o carinho de um bicho de estimação e o bichinho de estimação menos bagunceiro e mais limpinho são os gatos. Mais de 50% da minha força de trabalho high tech tem um gato em casa”. Ela não teve piedade da minha incredulidade inicial e rematou bem seria: “ Humberto, esse site é parte importante da nossa política de retenção de talentos na nossa organização”.motivation.jpg

 

Ato seguido essa VP de RH me mostrou a simplicidade com que montava e alterava essas landing pages do DWP. Uma agilidade total todo feito no drag and drop do mouse pelo usuário final.

 

Ela estava pronta para responder as demandas e se comunicar com os millenials (e não millenials) com agilidade e eficiência. Nós no Brasil estamos?

 

Obrigado e até o próximo blog.

 

Aqui a listados blogs já publicados da serie DWP Lista Blogs DWP